Reunião define prioridades da categoria na Frente Parlamentar em Defesa do ASP na Alesp

Carlos Vítolo

Jornalista/Assessor de Imprensa em AASPESP
® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista/assessor e da AASPESP, mediante penas da lei.)
Carlos Vítolo

frentedefesaaspUma reunião na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) realizada ontem (7/8/17) na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), com a Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Penitenciários, definiu as prioridades da categoria. O presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, disse à reportagem da Aaspesp que participou da reunião junto com representantes de outras instituições.

De acordo com Grandolfo, as prioridades definidas foram as seguintes: Saúde Mental; Lei Orgânica; Absolvição dos Processos Administrativos Disciplinares (PADs) referentes às greves de 2014 e 2015 da categoria; Criação do Bônus de Resultado Penitenciário (BRP); Aposentadoria Especial (igual da PM); Acautelamento de armas dos ASPs.

Sobre a questão salarial, o item não foi incluso por não se tratar de uma reivindicação apenas da categoria, mas de todos os servidores do Estado.

A Frente Parlamentar será instalada na próxima sexta-feira (11), às 14h, na Alesp. A Frente Parlamentar foi criada pela deputada Clélia Gomes (PHS), com o objetivo de ouvir os problemas vividos pelos agentes de segurança penitenciária (ASP) e buscar soluções. Segundo a assessoria da deputada, os membros da Frente Parlamentar vão visitar as unidades prisionais.

O Sindasp-SP convida todos os agentes penitenciários para participarem da instalação da Frente Parlamentar. Representantes das diretorias Executiva e regionais do Sindasp-SP estarão presentes no evento.

Categorias