Projeto proíbe contingenciamento de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública

Carlos Vítolo

Carlos Vítolo

Jornalista/Assessor de Imprensa em AASPESP
® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista/assessor e da AASPESP, mediante penas da lei.)
Carlos Vítolo

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 10004/18, do Senado, que proíbe o contingenciamento de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) ao acrescentar dispositivo na Lei 10.201/01. De acordo com senadores, no âmbito das verbas orçamentárias para a segurança pública, o fundo é o que mais sofre cortes, de até 50%.

O FNSP apoia projetos na área de segurança pública e de prevenção à violência destinados, entre outras finalidades, a sistemas de informação, inteligência e investigação e a programas de polícia comunitária. O fundo também pode ser usado para reequipar, treinar e qualificar as polícias.

Segundo o autor da proposta, senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), o contingenciamento de recursos tem sido usado como instrumento de ajuste fiscal, para o equilíbrio orçamentário entre receitas e despesas do governo. Como grande parte dos recursos não é de execução obrigatória, muito do previsto no Orçamento acaba não sendo cumprido.

Tramitação
A proposta será analisada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para apreciação do Plenário.


Fonte: reportagem publicada pela Agência Câmara de Notícias

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/SEGURANCA/563461-PROJETO-PROIBE-CONTINGENCIAMENTO-DE-RECURSOS-DO-FUNDO-NACIONAL-DE-SEGURANCA-PUBLICA.html

Categorias